Se as tattos ainda são um tabu para boa parte da população brasileira, as tatuagens femininas somam o preconceito comum contra os tatuados ao preconceito de gênero (ou, se você preferir um termo mais direto, ao machismo).

A boa notícia é que ambos os preconceitos vêm diminuindo com o tempo no Brasil, embora em velocidade muito menor do que a ideal.

Sim, ainda somos um país machista e sim o preconceito contra as tattos (e, por conseguinte, contra as tatuagens femininas) ainda existem.

A cada dia que passa, no entanto, vamos aos trancos e barrancos aprendendo a ser uma sociedade mais cabeça aberta, a custo de muito sacrifício (e até mesmo vidas) daqueles que se dispóem a combater pensamentos atrasados.

Mas, voltemos às tatuagens femininas.

Vamos assumir que, se você está lendo este artigo, provavelmente é uma mulher querendo tatuar-se. O que você precisa saber sobre tatuagens femininas antes de entrar na agulha?

Embora você possa ir diretamente a um estúdio de tatuagens femininas perto da sua casa, escolher uma figura na pasta do tatuador e mandar ver, há um método de cinco simples passos que você pode seguir antes de tatuar-se:

  1. Saber exatamente o que são tatuagens femininas
  2. Escolher o local do corpo para tatuar-se
  3. Ver fotos de tatuagens femininas para inspirar-se a escolher uma figura
  4. Selecionar o melhor tatuador possível
  5. Saber os cuidados necessários para as tatuagens femininas

Seguindo esses cinco passos, as chances de você se arrepender ao final do processo diminuem bastante. Vamos, então, ver em detalhes cada uma dessas cinco etapas sobre as tatuagens femininas.

Senta que lá vem a história.

O que são tatuagens femininas

Tatuagens femininas

Não existe uma data certo de descobrimento das tattoos, mas é sabido que elas se têm há muito, muito tempo atrás, num hemisfério não muito distante.

Lá no Egito, quatro mil anos antes de Cristo, já há provas arqueológicas de que as tatuagens existiam. Mas o provável berço dessa arte viva está ainda mais à Leste, na região da Nova Zelândia, Polinésia, Filipinas, Indonésia.

Nesses lugares, as tattoos estavam sempre ligadas a rituais religiosos e culturais. Se você era da família Silva lá da Nova Zelândia, provavelmente teria uma tatuagem representativa diferente de alguém que fosse da família Santos.

Por conta disso, não havia nesses locais diferenças entre tatuagens femininas e masculinas. Havia tantas mulheres tatuadas quanto homens.

No livro Teorias da Tatuagem, a artista plástica Célia Maria Antonacci Ramos diz que “um dos objetivos seria permitir ao indivíduo registrar sua própria história, carregando-a na pele em seus constantes deslocamentos”.

A origem do preconceito

Mas, se a tatuagem é assim tão antiga, de onde vem o preconceito contra pessoas tatuadas e, principalmente, contra as tatuagens femininas?

A resposta pode ser encontrada muito tempo depois, na Idade Média. Nessa época, a Igreja Católica considerou as tattos (incluindo as tatuagens femininas) como algo demoníaco. A argumentação é que tatuar-se era o mesmo que vandalizar o próprio corpo.

O papa Adriano I, em 787, proibiu os católicos de se tatuarem. Nessa época, a tatuagem foi completamente banida da Europa.

Essa interpretação católica de que a tatuagem seria o vilipêndio do tempo do Espírito Santo (também conhecido como o seu corpo) teve impacto durante muito tempo. E como o Brasil foi colonizado por europeus, o preconceito contra as tatuagens femininas e masculinas veio com eles.

Mas a o estigma contra as tattoos ainda iria piorar.

Em 1879, a Inglaterra adotou a tatuagem como forma de identificar criminosos. Se você já ouviu alguém resmungar que tatuagem é coisa de bandido, agora já sabe de onde vem essa ideia.

O pai da palavra “tattoo” que conhecemos atualmente foi o capitão James Cook (também descobridor do surf), que escreveu em seu diário a palavra “tattow”, também conhecida como “tatau”(era o som feito durante a execução da tatuagem,em que se utilizavam ossos finos como agulhas e uma espécie de martelinho para introduzir a tinta na pele).Com a circulação dos marinheiros ingleses a tatuagem e a palavra Tattoo entraram em contato com diversas outras civilizações pelo mundo novamente.Porém o Governo da Inglaterra adotou a tatuagem como uma forma de identificação de criminosos em 1879, a partir daí a tatuagem ganhou uma conotação fora-da-lei no Ocidente. (Wikipedia)

Com tanta carga negativa associada às tatuagens, não é de se espantar que ela tenha demorado a chegar com força ao Brasil.

Por aqui, somente por volta de 1960 as tattoos começaram a ganhar força entre os homens. Uma loja de um gringo conhecido como Lucky Tattoo começou a operar próximo ao Porto de Santos.

Essa zona portuária, no entanto, era uma zona. Havia muitos casos de droga, vandalismo e prostituição na área, reforçando o estigma contra as tatuagens.

Se você é nova e vê pessoas tatuadas por todos os lados, provavelmente nasceu em meados ou finais da década de 1980. Isso porque somente após a década de 1990 foi que os brasileiros começaram a tatuar-se em grande número, começando pelos homens.

As tatuagens femininas começaram a se proliferar pouco tempo depois, inicialmente com figuras pequenas e escondidas em partes específicas do corpo. Um marco curioso das tatuagens femininas foi o lançamento, em 1999, da boneca Barbie Butterfly Art, que vinha com uma tatuagem lavável.

Hoje em dia é possível encontrar mulheres com o corpo todo tatuado, a ponto de praticamente não haver mais diferença entre tatuagens femininas e masculinas.

Escolhendo o local do corpo para fazer a tattoo

Tatuagens de Mari Graciolli

Mari Graciolli (@mari_graciolli) tem tatuagens por todo o corpo. (Foto: Revista VIP)

Como explicado, as brasileiras começaram a fazer tattoos em lugares mais escondidos do corpo. Lugares que geralmente ficavam cobertos pelas roupas ou pelos cabelos. Atrás da orelha, no pescoço, nos pés etc.

Atualmente, praticamente não há limites. Se você for ousada, pode fazer tatuagens femininas no lugar onde quiser, incluindo lábios, seios e até mesmo partes íntimas.

Escolher o lugar certo é praticamente tão importante quanto encontrar tatuagens femininas bonitas. O que você deve entender é que nem toda parte do corpo se adapta a certos tipos de tattoos, então é bom você se informar antes de definir.

O primeiro ponto que você tem que observar é a sua tolerância a dor. Embora existe o mito de que mulheres suportam menos dor do que homens, certamente quem falou isso nunca passou pela dor do parto.

De qualquer forma, se você quiser uma “escala de dor” para tatuagens femininas, eis a lista:

  • Muita dor: rosto, cabeça, pescoço, mãos, parte interna dos braços e antebraços, cotovelos, peito dos pés, parte superior interna das coxas, parte de trás dos joelhos, calcanhares, tornozelos.
  • Dor média: parte externa das coxas, seios, nuca, escápulas, parte inferior das costas, parte inferior interna das coxas.
  • Pouca dor: ombros, parte externa dos braços e antebraços, abdome, pulsos, canelas, nádegas, panturrilhas.

Outro critério utilizado para a escolha do local é a discrição. Se a sua atividade profissional demanda um visual mais conservador, o ideal é você fazer tatuagens femininas em locais mais escondidos, como virilha, parte interna do braço, barriga, atrás da orelha, costas, nuca.

Mas pode ser que a sua atividade exija o oposto. Nesses casos, é melhor riscar a pele em locais mais visíveis, ou que possam ser expostos durante o trabalho.

Por fim, existe uma preocupação em relação ao envelhecimento. Muitas pessoas deixam de se tatuar porque não gostam de pensar em como aquele desenho ficará daqui a 20, 30 anos, quando o corpo estiver mais flácido e a pele mais velha.

Se esse for o seu critério, evite regiões do corpo que tendem a ficar mais flácidas com o passar dos anos, como bíceps, nádegas, abdome etc. Prefira as regiões em que há menos massa muscular e menos gordura, como atrás da orelha, pulso, lombar, pé etc.

Por fim, se você quer seguir a maioria, o site Tatuagem fez uma pesquisa para saber quais as 10 áreas do corpo mais populares:

  1. Lombar
  2. Pulso
  3. Peito do Pé
  4. Tornozelo
  5. Braçadeira (envolvendo o braço de uma ponta a outra)
  6. Costas
  7. Braço
  8. Seios
  9. Pescoço

Está gostando deste texto?

Fotos de tatuagens femininas para inspiração

Ok, agora que você já definiu o lugar do corpo em que vai se tatuar, é chegada a hora de escolher o desenho em si.

Há diversos tipos de tatuagens femininas, desde as tribais ou abstratas, passando pelos desenhos e chegando até as tattoos de nomes.

(Por favor, pense 300 vezes antes de você tatuar o nome do seu namorado no antebraço, especialmente se começou o namoro na semana passada!)

O citado site Tatuagem fez uma lista com os desenhos de tatuagens femininas mais populares e o resultado foi bem feminino:

  1. Borboletas
  2. Flores
  3. Estrelas
  4. Fadas
  5. Corações
  6. Golfinhos
  7. Libélulas
  8. Signo do zodíaco
  9. Tribal
  10. Céltico (nós, espirais, cruzes)

Você não precisa ficar limitada a essas opções. Na verdade, a escolha do desenho da tattoo é algo tão importante (até por ser para o restante da vida) que deve ser extremamente pessoal, não baseada em tendências ou popularidade. Se estiver realmente querendo inspiração, nossa dica é que você dê uma olhada no e-book 14.000 Desenhos de Tatuagens.

Abaixo, colocamos algumas fotos de tatuagens para você se inspirar a escolher a sua.

Tatuagens femininas nas costas

Tatuagens femininas nas costas

Tatuagens femininas delicadas

Tatuagens femininas delicadas

Tatuagens femininas no braço

Tatuagens femininas no braço

Tatuagem feminina no ombro

tatuagem-feminina-no-ombro

Tatuagem na perna feminina

Tatuagem na perna feminina

Como escolher o melhor tatuador possível

Um tatuador que praticamente só tatua homens saberá fazer tatuagens femininas com a mesma qualidade?

Essa é uma dúvida que passa pela cabeça de muitas mulheres. Será que existem estúdios de tattoos especializados em tatuagens femininas?

A resposta é sim, existem no Brasil estúdios ou tatuadores especializados em mulheres. Porém, não é necessariamente isso que vai definir um bom tatuador.

Mais do que a especialidade, os fatores que você deve observar na hora de escolher um tatuador são:

  • Formalização: verifique se o estúdio é estabelecido como empresa, se tem CNPJ, se tem alvará de funcionamento da vigilância sanitária etc.
  • Histórico legal: faça uma pesquisa para ver se há muitos processos judiciais contra o estúdio ou o tatuador.
  • Portfolio: peça para ver o portfolio do tatuador para ver os trabalhos que ele já realizou. Se você quiser ir além, pode fazer uma pergunta matadora do tipo: Queria que você me mostrasse os piores trabalhos que você já fez!. Assim você pode ter uma noção do pior cenário, antes de meter a agulha na pele.
  • Fale com pessoas que já passaram pelo estúdio: obviamente o tatuador e o estúdio sempre vão falar bem de seu próprio trabalho. Então, o ideal é você procurar clientes que já passaram por ali. Peça ao tatuador os contatos de quem já fez tatuagens femininas ali e converse com essas mulheres. Pergunte o que elas acharam do atendimento, do resultado, dos procedimentos etc.
  • Condições sanitárias: observe a limpeza do local e os procedimentos. Os instrumentos utilizados devem estar embalados em recipientes próprios, o tatuador deve usar avental e as agulhas devem ser descartáveis e estéreis.
  • Preço: desconfie de tatuadores muito baratos. Se o estúdio está com um preço muito abaixo do mercado, é sinal de que algo está errado. Não tente economizar em algo que vai estar na sua pele pelo restante da sua vida!

O sucesso de boas tatuagens femininas, no entanto, não dependem apenas do tatuador. Você também tem uma boa parcela de responsabilidade no processo.

Então, o último passo do método é…

Tomar os cuidados corretos com as tatuagens femininas

Tatuadora de tatuagens femininas

Antes de fazer tatuagens femininas, você deve evitar tomar sol na parte do corpo em que o desenho será feito. Antes de se dirigir ao estúdio, é legal também você tomar um bom banho, utilizando sabonete neutro e sem passar nada de maquiagem, hidratante, óleos etc.

Depois que o trabalho estiver pronto, alguns tatuadores recomendam o uso de filme plástico para envolver suas novas tatuagens femininas. Porém, este é um ponto polêmico, já que há quem diga que isso mais atrapalha do que ajuda.

Em todo caso, recomendamos que você siga as orientações passadas pelo seu tatuador.

É provável que ele lhe diga que você deva lavar as suas tatuagens femininas com sabão neutro, que evite sol e outros produtos por certo período de tempo.

Um ponto importante é que você não deve puxar as crostas que irão se formar logo depois que você fizer as suas tattoos. Esse é um processo natural de recuperação do corpo e você deve dar tempo a ele.

Acreditar que puxar a crosta vai fazer com que a pele se recupere mais rápido é achar que os milhões de anos de nosso processo evolutivo não serviram para nada.

Agora, mesmo que você tome todos os cuidados possíveis, alguma coisa pode sair errado. E aí, o que fazer?

Removendo tatuagens femininas

Remover uma tattoo não é tarefa fácil.

Tecnicamente, uma tatuagem é a “aplicação subcutânea obtida através da introdução de pigmentos por agulhas”.

Durante muito tempo, a realização de uma tatuagem era um procedimento completamente irreversível. Uma tattoo era algo definitivo, que ia ficar com você pelo restante da vida.

Esse caráter permanente da tatuagem ainda persiste, porém hoje em dia já existem técnicas para remoção de tatuagens femininas e masculinas.

A forma mais moderna de remoção de tattoos é utilizando laser. Mas você deve ficar ciente de que não se trata de um processo simples, indolor, rápido e barato. Pelo contrário, você terá bastante trabalho para remover o nome daquele ex-namorado que você tatuou no braço.

Mesmo as técnicas de remoção atuais podem deixar cicatrizes e variações de cor na área onde antes havia a tatuagem. É possível que você tenha que usar maquiagem para corrigir as cores mesmo depois do fim do procedimento.

Por isso, preste bastante atenção aos cinco passos explicados neste artigo antes de efetivamente colocar a agulha na sua pele.

Queremos ver suas tatuagens femininas!

Cuidados com tatuagens femininas

Você é mulher participante do Mude.nu é tem uma tatuagem? Ou você seguiu os cinco passos deste artigo e fez tatuagens femininas?

Nós queremos vê-las!

Tire uma foto da sua tattoo e coloque o link nos comentários, ou marque a página do Mude.nu no Facebook, ou envie para o nosos e-mail.

Ou, se você não quer ver fotos suas por aí, simplesmente conte-nos nos comentários como você escolheu suas tatuagens femininas, se seguiu esse processo, quais as dificuldades que encontrou… enfim, compartilhe suas experiências para ajudar outras a vencerem o desafio de Fazer uma Tattoo.

Receba as atualizações

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *