Oi, meu nome é Harlley Oliveira e sou programador de computadores há mais de 13 anos. Nos últimos quatro anos venho me dedicando também ao ensino de programação para iniciantes.

Vou escrever uma série de artigos no Mude.nu para te inspirar e ajudar a cumprir o desafio de Aprender a Programar.

Nesse primeiro post você vai saber como foi o meu primeiro contato com um computador há mais de 20 anos.

O que você quer ser quando crescer?

A pergunta mais frequente que uma criança ouve é “O que você quer ser quando crescer?”.

Hoje em dia, além das respostas tradicionais como médico, advogado e engenheiro, corre o grande risco de você ouvir coisas como Blogueiro, Youtuber ou Criador de games. Profissões modernas, que só surgiram por causa da evolução da tecnologia.

Agora imagine essa mesma pergunta sendo feita em 1987 e uma criança respondendo:

– Quero trabalhar com computadores.

Sim, essa foi minha resposta, mesmo que naquela época eu tenha visto computadores só pela televisão. Se você é da década de 80, sabe que nessa época no Brasil, existiam computadores somente nos bancos e em raras casas e empresas endinheiradas.

Talvez por isso eu tenha recebido uma vez uma resposta meio pesada para os sonhos de uma criança de 7 anos:

– Não vai dar pra você trabalhar com computador, pois você tem bronquite e os computadores ficam em salas com ar condicionado muito gelado.

Primeira lição, não fale do futuro usando o presente como parâmetro. Não tenho mais bronquite e os computadores de hoje em dia costumam ficar em lugares bem quentes, como o bolso da calça por exemplo.

Segunda lição “Não me diga o que eu não posso fazer” Jonh Locke.

"Don't tell me what I can't do!"

“Don’t tell me what I can’t do!”

Primeiro contato com um disquete (bisavô do pendrive)

Alguns anos depois, já na oitava série…

Me lembro que a única aula divertida que eu tinha na escola, era datilografia. Pra quem é mais novo e não sabe o que é isso, imagine uma aula de digitação (antigo também) sem o computador, só com uma máquina de escrever.

Foi nessa época que começaram a aparecer na sala de aula, os primeiros trabalhos escolares com a capa feita usando um computador. Sim, só a capa, pois os professores obrigavam que o restante do trabalho fosse feito com caneta e papel almaço mesmo.

Descobri que os computadores tinham fugido das salas geladas dos bancos e agora moravam nas casas dos meus colegas da escola também.

Um certo dia, se formou uma rodinha de alunos curiosos em volta de um colega que tinha levado para a sala de aula um cartão preto do tamanho da palma da mão. Ele dizia que nesse tal de disquete dava pra guardar várias capas de trabalho escolar e até mesmo copiar de um computador para o outro. Fiquei de boca aberta.

mais-jovens

Primeiro contato com um computador

Até então, o computador pra mim era igual caviar, só tinha ouvido falar mas ainda não tinha visto nenhum ao vivo e a cores.

Um dos professores deu mais um trabalho pra gente fazer, só que dessa vez podia ser feito em grupo. Claro que eu quis participar de um grupo onde uma integrante tinha o tal do computador em casa ;)

A minha participação no grupo foi ajudar a pesquisar o conteúdo (na biblioteca, não no Google) e comprar 1 folha de papel almaço. Já que o trabalho era em grupo, fazia todo sentido eu ir para a casa da menina que tinha o computador. Aí eu aproveitava e via como as capas de trabalho escolar da década de 90 eram criadas.

Chegou o grande dia, comprei o papel almaço, tomei um banho e parti para conhecer pessoalmente o computador.

Dica: não era nem parecido com esse da foto...

Dica: não era nem parecido com esse da foto…

Entrando na casa da minha amiga, me lembro que tinha um objeto em cima de uma mesa no canto da sala. Pelo formato, era um computador. Não dava pra ver direito porque tinha um capa em cima dele.

Então ela se sentou na cadeira, tirou a capa e apertou um botão em uma caixa bege. Depois de um bipe, começou a aparecer uma letras na tela preta do monitor. Conheci o computador.

Depois desse primeiro contato, essa amiga me mostrou como tudo funcionava. Me mostrou como fazia para criar a capa em um programa e como fazia para imprimir, usando uma outra caixa bege chamada impressora. Além de imprimir capas de trabalho escolar, o computador também tinha joguinhos :-O Cheguei até a apertar umas 2 ou 3 teclas. Achei incrível!

E você, como foi seu primeiro contato com um computador? Se é mais novo, provavelmente o computador sempre existiu para você.

No próximo post você vai saber como consegui um emprego onde o trabalho era feito com a ajuda de computadores e como consegui convencer os meus pais a comprarem um computador para mim, mesmo sem terem dinheiro para isso.

Enquanto espera o próximo post, você pode ir assistindo alguns vídeos gratuitos que gravei dando uma introdução à Programação de computadores. CLIQUE AQUI para ter acesso ao Minicurso Gratuito.

Receba as atualizações

Publicado por

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *