Esta semana está sendo publicada no Mude.nu uma série sobre como organizar as finanças. No primeiro post, falamos sobre a visão em relação ao jogo do dinheiro: para não ter que trabalhar até não ter mais saúde, o objetivo é saber quanto você precisa para viver por mês e acumular um montante que gere uma renda passiva maior do que o seu gasto.

Nos posts seguintes, explicamos o método para conseguir gastar menos do que se ganha: registrar todos os gastos diários em um sistema confiável e, no fim do mês, fazer um balanço em uma planilha para saber quanto e em que o dinheiro foi gasto. A idéia é que os rendimentos sejam sempre superiores aos gastos.

No artigo de hoje, vamos ver como utilizar essas informações dos balanços mensais para ter uma visão geral da nossa posição no jogo. Isso é feito através do patrimônio líquido.

Patrimônio líquido

Patrimônio líquido em dinheiro

A riqueza financeira de uma pessoa é medida através do patrimônio líquido e não de quanto ela ganha por mês. Se eu ganho um milhão e gasto um milhão e trezentos mil, não serei rico nunca. Para se ter uma visão geral de como estamos indo no jogo do dinheiro, é preciso montar uma planilha que mostre como anda a nossa riqueza (ou a falta dela).

O que você precisa fazer é criar duas tabelas, uma com o que você tem e uma com o que você deve. Na primeira, você coloca seu dinheiro em caixa (quantia disponível na conta corrente e na carteira, por exemplo), as quantias que você têm em investimentos (dinheiro na poupança, em fundos de investimentos, em ações etc.) e os valores de bens que podem ser liquidados (como imóveis, carros, jóias e outros).

Na segunda, você coloca os valores que você está devendo. Pode ser o saldo devedor de um financiamento de carro ou de imóvel, dívidas no cartão de créditos, aquele dinheiro que você pegou com seu cunhado, etc.

O seu patrimônio líquido será o resultado da conta de tudo o que você tem menos o que você deve. Com os balanços mensais, você poderá ir atualizando essa tabela a cada 30 dias. É interessante ir registrando os valores que você tinha nos meses anteriores, para saber se você está crescendo ou diminuindo seu patrimônio.

É interessante também traçar uma meta para você saber quando vence o jogo. Como falamos no primeiro post da série: se você precisa de R$ 1.000,00 por mês para sobreviver, pode vencer o jogo comprando dois imóveis que gerem uma renda de R$ 500,00 de aluguel ou aplicar R$ 100.000,00 em um fundo de investimento que renda 1% ao mês.

Se o seu patrimônio líquido atual for de R$ 10 mil, você saberá que faltam apenas R$ 90 mil para você se aposentar, de preferência quando ainda tiver saúde para curtir a vida. O último post é sobre como fazer esse patrimônio líquido se multiplicar rapidamente. E essa é uma resposta que eu vou deixar a cargo de grandes autores.

Receba as atualizações

1 Comentário

  1. O patrimônio líquido e a visão geral do seu dinheiro: Esta semana está sendo publicada no Mude.nu uma série sobr… http://t.co/Xo2QDjZv

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *