A velha segunda-feira é para muitos o pior dia da semana. É o dia em que “vai começar tudo de novo”: o trabalho, o trânsito, o estresse, os estudos, o despertador tocando.

Não se vê a hora de chegar novamente a sexta-feira. Aí finalmente, você terá uma noite para tomar uma gelada, um sabadão de sol e um domingo para descansar. Quer dizer, o domingo nem tanto. É meio tedioso. E tem o Faustão.

Se identificou? Será que não há algo errado aí?

Pense bem. Se você comemora quando vai chegando a sexta e quase morre quando chega a segunda, provavelmente está trabalhando com algo de que não gosta, vivendo uma rotina que detesta.

São cinco dias de merda para dois dias de alívio. Vai nessa a vida toda e você vai ter 71% de vida de merda contra 29% de alívio. You are doing it wrong!

Viva direito, mesmo na segunda-feira

Segunda-feira assustando Garfield

Toda semana a mesma coisa...

Não vamos cair no clichê do “faça o que você ama e você não vai ter que trabalhar um só dia da sua vida”. O problema não está no trabalho, provavelmente. O problema está na maneira como você encara a vida.

Uma forma de resolver este problema é dar um jeito para que nada de desagradável aconteça e que tudo aconteça exatamente como você quer.

Você pode mudar de trabalho, mudar de cidade, mudar de relacionamento ou – mais fácil – mudar o cabelo. Você pode lutar para que todos os elementos externos estejam exatamente do jeitinho que você quer e aí sim ser feliz.

Ou você pode ser mais inteligente e focar em mudar uma única coisa: você mesmo, a maneira como você vê as coisas.

Então sim, às vezes mudar de trabalho pode ser a solução. Se você tem certeza que o trabalho que faz atualmente é algo completamente distante do que você quer para sua vida e que esse trabalho não está ajudando em nada no seu caminho, mude. Mas antes tenha certeza que não é você mesmo que precisa mudar.

Faça isso e nunca mais tenha uma segunda-feira de merda.

Receba as atualizações

7 Comentários

  1. Muito bom. Quase sempre que venho no site de vocês me vejo lendo algum tema interessante.

    O problema eh que as pessoas, de uma maneira geral, são preguiçosas e querem tudo da maneira mais fácil possível. Eu gosto do meu trabalho, mas se o gênio da lampada virasse pra mim e dissesse “te darei todo dinheiro que tu necessitas para o resto da sua vida” eu acho pouquíssimo provável que eu responderei “não, obrigado…prefiro acordar segunda-feira cedo e ir trabalhar!”

    Responder
  2. Acho que a questão não é essa.
    Se eu, de repente, ganhar muito dinheiro a ponto de não precisar trabalhar, depois de uns meses de férias, vou trabalhar em alguma coisa que eu goste. E se começar a me encher, consigo outra coisa.
    Claro que nossa vida não é assim, mas acredito que deveríamos agir tentando chegar o mais perto disso o possível, fazendo só o que nos faz bem, ou tentando mudar como fazemos as coisas, para que isso se torne agradável..claro que um bocado de dinheiro também não faria mal… :D

    Responder
  3. Infelizmente é uma realidade que estou tentando eliminar, buscar algo que me motive a ponto de acordar todos os dias motivado, seja ele qual for o dia. Mas acredite, não é uma tarefa facil. Foi atraves desta busca de mudanças que cheguei a este site. Gostaria de parabenizar os responsáveis, pois o mesmo possui muito material de qualidade.

    Responder
  4. O problema esta na qualidade do trabalho que se exerce,

    Não se trata unicamente de cumprir as leis trabalhistas,mas de todo um sistema de mecanização que o gera.

    Cientistas estimam que futuramente 15% OU 30% da população ira suprir toda as necessidades da população. Isso conseguintemente implicara que 80% da população mundial ficara sem emprego.

    O problema é que nosso sistema de trabalho atual tornou-se mais importante do que a qualidade social onde todos deveriam ter direito a tudo. Você vale o tanto que você produz, se você não produz nada vale!

    http://www.youtube.com/watch?v=MPB83diYqGw

    Responder
  5. I’m doing it wrong!
    me identifiquei total com o texto.. esperando a sexta, odiando a segunda
    mas no meu caso, acho que se eu não precisasse acordar cedo já ajudaria muito.. tenho dificuldade de levantar e, de fato, acordar.. com isso, passo o dia sonolenta, sem ânimo e vontade de fazer nada
    a solução? não sei..
    por enquanto, tenho que me encaixar nas regras

    Responder
    • Letícia, a solução provavelmente é dormir mais cedo, não?

      Sei que existem pessoas naturalmente mais “noturnas” e outras mais “diurnas”, no entanto se você é obrigada a acordar cedo e não consegue mudar isso, o jeito é mesmo criar o hábito de dormir mais cedo :)

      Abraços!

      Responder
      • Oi, Walmar

        então, por já ter problema para acordar, eu não tenho o hábito de dormir muito tarde
        normalmente, vou me deitar perto das 23h.. costumo dormir as ditas 8h diárias
        mais cedo que isso é mais difícil, nem sempre consigo em função da rotina comer, tomar banho, organizar coisas, ler…
        não sei.. só sei que acordar cedo é um tormento pra mim
        obrigada pela ajuda!

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *