Existe um ditado que diz “Quem sabe faz. Quem não sabe ensina”. Embora não seja 100% acurado, tal pensamento pode ser aplicado muitas vezes na vida, quando nos deparamos com os auto-intitulados especialistas.

Neste texto, o termo especialista será usado para se referir àquelas pessoas que se colocam como mestres em um determinado assunto, mas que não possuem muitos resultados a mostrar.

Um exemplo claro seria alguém que ensina educação financeira, mas está repleto de dívidas e fora do caminho da independência financeira. Ou um professor de educação física sedentário e barrigudo.

Embora seja fato que existem algumas pessoas que possuem conhecimento mas não sabem aplicá-lo, é sempre melhor optar por ouvir as pessoas que realmente chegaram lá.

Se você tem como objetivo principal definido tornar-se um multimilionário, por exemplo, quem preferiria ouvir? Um colunista de um jornal ou o Jorge Paulo Lemann?

Jorge Paulo Lemann

Jorge Paulo Lemann

Já falamos anteriormente sobre a arte de modelar pessoas. Você pode escolher alguém que já conseguiu realizar as metas que você possui e copiar suas estratégias, nos mínimos detalhes, para obter resultados aproximados. Não é preciso reinventar a roda.

Por outro lado, se você segue fielmente os conselhos de um especialista, que pode até saber como se realiza a meta, mas nunca a realizou na verdade, corre um risco muito grande.

Você não quer teorias, não quer suposições. Você quer resultados, quer realizar a meta da forma mais efetiva possível.

Grandes sucessos deixam pistas. A maioria das coisas que desejamos fazer na vida já foram feitas anteriormente por outras pessoas. O que você tem a fazer é procurá-las, observar bem o que fizeram, adaptar à sua realidade e repetir a estratégia.

Não fique engatinhando junto a especialistas. Livre-se dos intermediários e beba direto na fonte!

Receba as atualizações

1 Comentário

  1. Texto excelente, tem muita gente que se diz especialista e quer tentar ensinar algo, quando na maioria das vezes não tem o “crédito” e mérito nenhum para isso.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *