Traçar Metas Smart com objetividade e clareza é o primeiro passo para transformar o abstrato em concreto, é a maneira de esculpirmos nossa própria existência.

Estabelecer metas e cumpri-las com eficácia são duas ações que com certeza melhorarão muito a sua qualidade de vida. O problema com metas é que muita gente não sabe como estabelecê-las bem e acaba desistindo no meio do caminho.

Muita gente acha que possui metas claras: perder peso, comprar um carro, mudar de emprego, mudar o visual, fazer mais aventuras. Na verdade, isso não são metas. São apenas sonhos, intenções, visão de futuro.

Há muito tempo, especialistas em produtividade pessoal definiram que as metas devem ser Smart, palavra que significa “esperta” (em inglês), mas que também é um acrônimo para:

  • específicas (Specifics)
  • mensuráveis (Measurable)
  • realizáveis (Achievable)
  • relevantes (Relevants)
  • com prazo definido (Timed)

Retomando nosso primeiro exemplo. Em vez de sonhar que quer “perder peso” você deve definir uma meta de que vai perder, por exemplo, 10 quilos de gordura, mantendo o percentual de massa magra, dentro de no máximo doze meses a partir de 1º de agosto, para melhorar sua saúde e sentir-se mais atraente.

Percebe como é diferente um sonho de Metas Smart? Percebe com a segunda tem uma probabilidade infinitamente maior de ser realizada do que um simples sonhos?

As questões de se a meta é realizável e se é relevante são muito pessoais. O que é relevante e realizável para um, pode não ser para outro. Além disso, o conceito de realizável não é muito preciso, dada a quase infinita capacidade humana de realização quando se está realmente motivado. De qualquer forma, assegure-se de que a meta de ganhar R$ 10 milhões em uma hora não esteja presente, por mais relevante que seja.

Como cumprir suas metas

Metas Smart

Estabelecer metas, agora que você conhece as cinco características principais, é relativamente fácil. Mais difícil é cumpri-las.

O primeiro passo para quem quer realmente cumprir uma meta Smart é registrá-la por escrito. O ideal é que seja um local que você veja constantemente, para estar sempre se lembrando dos objetivos que você mesmo traçou.

Se você é adepto da metodologia GTD, as metas com certeza estarão nas suas listas e você as verá no mínimo a cada sete dias, durante a revisão semanal. Se você não é adepto, apenas assegure-se de colocá-las em um lugar visível.

Uma outra boa ideia é comprometer-se publicamente com a meta.

Decidiu que vai fazer? Então conte à sua família, espalhe entre os amigos, publique no seu blog, Twitter ou Facebook. Ninguém gosta de ficar mal na frente dos outros, então uma vez que você se compromete com todos, fica mais difícil quebrar a promessa.

A técnica mais poderosa contra a procrastinação das Metas Smart é a de apostar publicamente o seu próprio dinheiro.

E isso por um motivo muito simples: ela desequilibra a relação entre prazer e dor a favor da ação e contra a procrastinação.

Se nós procrastinamos porque vemos mais prazer em não fazer uma tarefa do que em executá-la, quando apostamos dinheiro que vamos fazê-la esse equilíbrio é invertido.

Você pode fazer isso manualmente, no Facebook ou em outra rede social, avisando que vai pagar uma quantidade de dinheiro a um certo amigo caso não cumpra o prometido. Como uma espécie de “multa”.

O problema é que isso faz com que você possa voltar atrás. Não pagar o dinheiro, combinar com o amigo para esquecer aquilo tudo etc.

O Stickk.com não permite que você faça isso.

Nesse site, você primeiro define as suas Metas Smart, depois passa o cartão e já deixa o valor da multa pendurado lá e por fim escolhe pessoas (não necessariamente amigas) para atuar como árbitros do seu objetivo.

Se você não cumprir o objetivo, o cartão é debitado. Se cumprir, o valor não é cobrado e volta para a sua conta.

Esse método é fantástico para você fazer o que precisa ser feito.

Recomendamos que experimente pelo menos uma vez (não necessariamente no StickK) e veja quão poderoso ele é para as suas Metas Smart.

Quebre suas Metas Smart em projetos menores

Se a sua meta é como a da maioria das pessoas, ela vai precisar de uma série de ações para ser realizada.

Por exemplo, se o objetivo é mudar de apartamento, você precisa consultar os jornais, ligar para corretores, visitar possíveis imóveis, levantar o dinheiro, preparar a papelada etc. Quebre a sua meta em unidades menores e passíveis de ação e foque em resolver uma de cada vez, até chegar ao final da lista.

Por fim, mas não menos importante, tenha claro em sua mente o porquê de você estar correndo atrás daquela meta.

Pense no prazer que você terá na jornada para cumpri-la e no momento em que finalmente a alcançar. Como você se sentirá se realmente for atrás e conseguir o que tanto quer?

Pense também na dor que você terá se, mais uma vez, desistir pelo meio do caminho e continuar sem realizar seus sonhos. Como você se sentirá consigo mesmo se não se esforçar de verdade pela meta? Seja emocional nesse ponto, não apenas racional. Essa é a principal alavanca para você conquistar o que deseja.

Receba as atualizações

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *