Freakonomics é originalmente um livro sobre economia que parece ser tudo, menos um livro de economia. A obra fez tanto sucesso que hoje Freakonomics também é nome de site, podcast, blog, filme e outros dois livros derivados.

O livro Freakonomics de 2005, de que trata esta resenha, leva o subtítulo de “o lado oculto e inesperado de tudo o que nos afeta”. A obra é fruto das idéias do economista Steven D. Levitt, PhD do MIT e bastante louvado pela academia norte-americana por conta de suas idéias não convencionais.

Levitt possui todo o estereótipo dos gênios da matemática e só topou escrever um livro após ser entrevistado por Stephen J. Dubner, jornalista do The New York Times Magazine. Juntos, os dois escreveram as 255 páginas que levam o leitor a pensamentos surpreendentes.

Em vez de projeções sobre macroeconomia, estimativas de juros e todo o blá blá blá que sai da boca das Mírians Leitão cotidianamente, Freakonomics traz a economia para o nosso dia-a-dia. Isso fez com que este livro de economia vendesse mais de cinco milhões de cópias!

Usando fundamentos econômicos, Levitt e Dubner mostram em Freakonomics como lutadores de sumô trapaceiam, como os corretores de imóveis nos enganam e por que pobres e ricos batizam seus filhos com nomes tão diferentes.

Freakonomics e a internet

O lado oculto que Freakonomics nos revela através da objetividade dos números é como o ser humano só se movimenta na base dos incentivos, seja de que tipo for.

Uma das passagens que me chamou a atenção foi quando ele colocou a internet como reguladora da economia, na medida em que dissemina a informação e deixa a população menos dependente dos especialistas.

Levitt mostra como a internet causou a queda no preço dos seguros de vida, a partir do momento em que todos tiveram acesso às informações que antes eram privilégio dos corretores.

Freakonomics é um livro imperdível, recomendo veementemente a leitura. Quem quiser mais informações pode ouvir este comentário em áudio sobre o livro no site do Café Colombo.

Derivados de Freakonomics

Freakonomics, o filme

Frame do documentário Freakonomics

Superfreakonomics é uma sequência do livro de 2005, lançada quatro anos depois. Os mesmos autores apresentam novos casos de estudo, seguindo a mesma linha do livro original. Existe ainda a versão Superfreakonomics Illustrated. E aí você já acredita que eles estão querendo ganhar dinheiro às nossas custas :)

Melhor é acompanhar gratuitamente o podcast da dupla, muito bem feito e com uma regularidade de impressionar.

Em 2010, foi filmado um documentário baseado nas ideias de Freakonomics. Há trechos do filme no YouTube e você pode comprar o DVD com o documentário completo na Amazon.

Não assisti ao filme, então não tenho opinião sobre o mesmo. Só posso dizer que, se for tão bom quanto o livro, vale a pena o investimento.

Receba as atualizações

Publicado por Walmar Andrade

Criador do Mude.nu, Walmar Andrade é bacharel em Comunicação Social, com extensão em jornalismo on-line (UFPE), MBA em Planejamento, Gestão e Marketing Digital (FECAP-SP) e Master en Comunicación Empresarial (INSA-Barcelona). Escreve sobre comunicação e marketing digital no blog Fator W.

1 Comentário

  1. Eu assisti o doumentário e li os dois livros. Realmente é uma visão mais real e pratica das teorias econômicas. Algumas coisas são questionáveis pois essas conclusões usam modelos econométricos baseados em premissas falsas (tendência ao equilibrio, distribuição normal, etc) alguns dados das pesquisas são “torturados”..hehehe

    Quem gostou de Freaknomics vai amar também o nacional: Sob a Lupa do Economista.
    http://veja.abril.com.br/260809/a-luz-economia-p133.shtml

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *