O tema principal do dia 15 do curso em áudio Personal Power, de Anhtony Robbins, é o medo. Mais especificamente, o medo do fracasso.

O medo é encarado pelo autor como um estado mental, que pode ser muito poderoso para nos proteger de situações perigosas, mas que também pode nos impedir de alcançar nosso pleno potencial.

Isso porque o ser humano tem medo do que é desconhecido, mesmo que seja uma coisa boa. A verdade é que obtemos alguns benefícios de sentir medo de fracassar ou de ser rejeitado.

Robbins ensina uma série de técnicas para considerarmos que é impossível fracassar, já que – para fracassar – nós temos que dizer a nós mesmos que fracassamos. O passo seguinte é escrever a sua própria definição de sucesso. O que precisa acontecer para você se sentir bem sucedido?

Algumas pessoas definem sucesso como algo tão difícil de ser alcançado que viver nesses padrões torna-se quase impossível. Esse é o caso de gente que considera que, para ser bem sucedido, você precisa juntar milhões de reais, ter 5% de gordura, trabalhar só quatro horas por semana, ter um relacionamento que parece uma comédia romântica de Hollywood, e a lista continua…

A questão é: quem foi que definiu esses padrões? Será que é isso mesmo o que você deseja ou será que esses são padrões criados por terceiros, como seus pais, publicitários, filmes ou livros que você andou lendo? No vídeo abaixo, em inglês, Tony Robbins explica porque algumas pessoas tomam ações de forma massiva, enquanto outras fracassam.

A proposta de Tony Robbins é a de que sucesso e fracasso são coisas subjetivas, que dependem muito mais do seu estado mental e de como você reage às situações do que de itens ou situações objetivas.

Sendo assim, a estratégia mais inteligente é criar novas definições que tornem fracassar quase impossível. O que você faria se soubesse que é impossível fracassar?

“Minha mente já enfrentou muitas dificuldades, mas a maioria delas nunca existiu” ~ Mark Twain

O autor conta que redefiniu a palavra medo (fear, em inglês) como um acrônimo para False Evidence that Appears Real (falsa evidência que parece ser real).

A fórmula mágica para escapar do fracasso

Fracasso

Oh vida, oh céus!

Uma metáfora de que o autor fala é sobre um bebê aprendendo a andar.

A pergunta para qualquer pai ou mãe é: quantas vezes você vai deixar seu filho tentar andar e cair até desistir de fazê-lo andar?

O questionamento parece sem sentido. Ora, todos os pais deixam os filhos tentarem e caírem até aprender a andar. Não aprender a andar não é uma opção.

Essa é a fórmula mágica do sucesso. Tentar até conseguir. Se você não conseguiu ainda o que queria, faça algum ajuste e tente novamente. Até conseguir.

Em seguida, Robbins ensina uma técnica para você deletar emoções negativas. O autor pede para você lembrar de alguma situação de fracasso ou de rejeição, com o maior número de detalhes possível. A intenção é fazer você reviver essa emoção. Depois, ele pede que você novamente “passe o filme” na cabeça com aquela situação, só que dessa vez de trás para frente. E depois com uma trilha sonora engraçada. Depois com alguns exageros de caricatura nas pessoas envolvidas.

A ideia da técnica é interromper antigos hábitos e comportamentos. É fazer você saturar tanto aquela situação na sua mente que toda vez que você se lembrar dela, ela não tenha mais o efeito de causar emoções negativas.

Uma técnica reversa também é ensinada. Robbins pede para você adotar uma postura de quando está se sentindo bem (costas eretas, queixo para cima, olhos para frente, ombros abertos, respirando fundo, sentindo-se poderoso) e então fazer algo único, para criar uma âncora. A ideia é repetir esse exercício diversas vezes até que o cérebro, ao reconhecer a âncora, sinta-se bem. A âncora pode ser um gesto, um som, uma palavra de ordem, algo que esteja disponível sempre que você precisar.

Como superar o medo da rejeição e do fracasso

  1. Decida que você não vai deixar o medo controlar sua vida
  2. Obtenha uma alavanca: escreva o custo de não superar o medo e as vantagens de estar livre dele
  3. Estabeleça uma nova série de regras do que deve acontecer para você se sentir rejeitado (dica: faça praticamente impossível você ser rejeitado)
  4. Interrompa antigos hábitos e comportamentos
  5. Crie uma âncora positiva e dispare-a sempre que você começar a imaginar sentindo-se rejeitado

Exercícios do dia 15

  1. Escreva duas experiências de fracasso e outras duas de rejeição, e o benefício que você obteve de cada uma delas
  2. Use a técnica de deleção nessas quatro experiências

Receba as atualizações

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *