É importante acreditar no que desejamos para a nossa vida, ponto de partida para construirmos a nossa história, para conquistarmos o mundo que queremos para nós, para realizarmos os nossos sonhos.

“O homem é o que ele acredita”, disse Anton Tchecóv. Logo, ele também conquista tudo o que acredita ser possível.

É muito bacana imaginar que tudo o que queremos depende de nós para acontecer, depende do nosso movimento. E isso fica muito mais fácil quando acreditamos no resultado positivo e entramos em ação para realizá-lo.

Comecei a acreditar que seria possível publicar meu livro após ler “Sempre em Frente”, de um escritor que era o meu ídolo, o Roberto Shinyashiki. Hoje ele é o meu mestre e mentor, pois cheguei mais perto. Ousei lhe enviando um e-mail com o esboço da minha “declaração de missão de vida”, que é como ele se refere ao significado de nosso livro.

Após concluir o livro, o encaminhei para uma grande editora. Recebi feedbacks sobre a necessidade de alguns ajustes e do alinhamento com o meu posicionamento na carreira. E segui em frente para vencer esse desafio.

Engavetando um sonho

Aquele era um período difícil em minha vida, quando eu estava começando a experimentar algo que eu achava que jamais conheceria: a depressão veio e o sonho ficou adormecido.

Diante da difícil fase, que impactou na minha autoconfiança e energia para continuar, desisti.

Depois desse difícil período, que foi passageiro, vieram as demandas de trabalho e fui deixando aquele sonho na gaveta.

Dois anos depois, após ler outra obra do referido escritor, “Louco por Viver”, me entusiasmei novamente e coloquei a realização daquele sonho como uma prioridade, abrindo mão de trabalhos nos momentos de maior dedicação à obra.

Busquei a ajuda do coach editorial Gilberto Cabeggi, que virou um Anjo da Guarda por sua generosidade e cuidado, além de toda competência.

Entre os meses de novembro de 2013 e janeiro de 2014, coloquei como meta concluir o meu livro, alinhando-o à estrutura da mensagem do meu posicionamento enquanto palestrante: “Relações Humanizadas, Resultados Sensacionais”.

Com as importantes dicas do meu coach e do meu mestre, construí o meu site, o meu blog, a minha página no Facebook, comecei a escrever artigos e falar mais sobre o tema. E tudo isso ajudou a potencializar as ações na direção da realização do meu sonho. Abriu novos espaços!

Foi muito bacana sentir a “deliciosidade” da fluidez das coisas depois de dois anos me sentindo derrotada por não levar em frente o meu sonho. Como diz o Cebeggi em seu livro “Antes tarde do que nunca”, dei o foco no presente e a partir dali reescrevi a história do livro, ao invés de alimentar o que não tinha acontecido até então.

Curti cada etapa, fazendo do processo o prazer da conquista, pois eu estava sendo “protagonista de minha vida”. Esse foi o grande salto!

Amizades no caminho

Quero falar também das amizades que conquistei nesse caminho, do quanto aprendi a receber, algo que era uma dificuldade para mim.

Quando me senti merecedora, o universo foi me dando mais e mais. Cada um que contribuiu nesse processo tem o seu nome nos agradecimentos do livro “O segredo do sucesso é ser humano”.

O livro fala sobre como conquistar resultados sensacionais na vida pessoal e profissional. Fala sobre isso através de histórias leves, que fazem parte do dia a dia das pessoas, trazendo insights para mudanças na direção da realização.

Além do depoimento do Shinyashiki, da Edna Bedani, da Izabel Santana e do Gustavo Gennari, teve a orelha escrita pela querida escritora, jornalista e hoje amiga Joyce Moysés.

A apresentação foi do meu Anjo da Guarda, Gilberto Cabeggi, e o prefácio foi escrito pelo querido Douglas Duran, um líder inspirador, dono de uma história de determinação e conquistas, de uma trajetória que começou como engraxate e que hoje continua como a história de um vice-presidente financeiro de uma grande empresa e de um escritor. Quanta gente bacana nesse projeto!

O segredo do sucesso é ser humano, de Susanne Andrade

Falhas (no mesmo caminho)

Eu falhei em alguns momentos. Pensei em desistir e esqueci de reconhecer o papel de uma pessoa importante no processo, algo que tanto valorizo. Mas, afinal, sou humana.

Quero aproveitar a oportunidade para falar de minha gratidão ao Arthur Shinyashiki, que conduziu um brainstorm em uma fase de gestação de ideias para o título do livro, quando a essência apareceu em importante insight dele.

Obrigada, meu querido! A tua mente criativa e generosa foi fundamental para essa obra.

A difícil busca pela editora

Outra etapa difícil foi a busca por uma editora para publicação. Recebi o não de 3 delas, especialmente por não fazer parte da estratégia das mesmas investir em novos autores em ano de Copa do Mundo e eleições.

Três momentos de choro, com rápido redirecionamento. Como diz o Anthony Robbins: “Não há fracasso, há apenas resultados”.

Nada é por acaso. Encontrei na Primavera Editorial uma parceria de sucesso. A estratégia deles é, dentre outras, investir em novos autores.

E, no primeiro encontro com a Lu Magalhães, presidente dessa empresa, ela disse que era importante conhecer a autora, quem estava por trás daquele livro, conhecer a essência da pessoa.

Eu me arrepiei, pois falo muito disso no livro, do valor de quem está atrás do crachá, do Ser Humano, esquecido no mundo moderno, onde o cargo e títulos são mais valorizados.

Está gostando deste texto?

Como escrever o seu livro

Hoje eu trago um pedacinho da história do meu livro, a história da realização de um sonho. Agora eu quero ajudar você a realizar o seu!

Você quer escrever o seu livro? Algumas dicas:

  1. Comece a escrever com o seu coração, na direção de sua missão nessa vida, do seu propósito maior. E deixe a escrita fluir!
  2. Conheça alguma metodologia que possibilite a você ter uma estrutura de mensagem que toque o coração das pessoas e que as motive a tirar o maior aproveitamento da obra para as suas vidas. Eu segui as dicas do Roberto e do Gil.
  3. Nos momentos mais difíceis, dê foco total em seu propósito, em acreditar que é possível. Lembre-se de que todo processo de mudança e de realização passa pelos altos e baixos, onde os obstáculos fazem parte. Persista com determinação, ouvindo a voz de seu coração.
  4. Ouse sempre e cada vez mais! Vá em busca do que você quer, das pessoas que lhe inspiram, com determinação.
  5. Crie espaços na rede e fale do seu tema. Busque se posicionar!
  6. Entre em ação já! Comece agora!
  7. Lembre-se: você merece realizar o seu sonho e ser feliz!

Isso foi o que eu fiz: simples assim!

Se eu consegui, você também conseguirá, e conte comigo no seu processo! Vamos trocar ideias, nos motivar e criar uma rede de cooperação aqui no Mude.nu. Já passamos da era da informação, pois essa se estabeleceu. Estamos na era da colaboração!

Escrevendo no computador

O Roberto Shinyashiki diz que nesse processo do livro, existem 3 desafios: conseguir que as pessoas comprem, que leiam, e que indiquem.

É isso que desejo agora: que mais e mais pessoas leiam, indiquem e presenteiem outras pessoas com essa obra, uma obra que ajudará as pessoas a realizarem-se de forma plena, na vida pessoal e profissional.

Isso também me proporcionará a realização do meu desafio atual: vender 1.000.000 de cópias antes de começar a escrever o meu segundo livro, o que pretendo fazer em 2015.

Parece loucura, não é? Confesso que algumas pessoas tentaram me dizer que era impossível, mas pedi que não continuassem, pois um dia ouvi uma frase que não conheço a autoria e que dizia: “Sem saber que era impossível, ele foi lá e fez”.

Hoje acredito e, vou mais além, digo que tenho a certeza, de que conquistarei essa meta, pois tenho importantes parceiros nesse processo, como está sendo agora o Mude.nu, abrindo esse espaço para mim. O meu muito obrigada!

Minha eterna gratidão a você leitor, que já começou a fazer parte dessa história também, a fazer parte de minha vida. Estamos juntos nessa!

Abraços afetuosos,

Susanne Andrade

Receba as atualizações

Publicado por undefined

6 Comentários

  1. Parabéns Susanne! Que venham outros livros, você merece!!

    Responder
    • Obrigada Marcos, duplamente: por sua mensagem e, especialmente, por ter me apresentando o mude.nu e o André Valongueiro através do “Eu, Piloto”.
      Amei te ver no lançamento, junto com sua família.
      Bjsssssssss

      Responder
  2. Parabéns Suzanne!
    Extraordiordinária sua história, principalmente porque perseverou e realizou este sonho, e isso só depende de nós como bem disse no artigo. Você escreve muito bem, temos a noção clara do que você sente ao escrever e somos tocados por esse sentimento também.
    O meu desafio não é bem escrever um livro de papel, mas um ebook, um pouco mais curto e voltado a prática profissional, que será distribuido gratuitamente inicialmente através do Blog e redes sociais, fará parte de um negócio online, para ajudar as pessoas na solução de problemas específicos e eu me realizar profissionalmente e alcançar a almejada independência financeira do desafio que entrei!
    Vamos que vamos..

    Responder
    • Olá Cibele,
      Obrigada por seus feedbacks. Fiquei muito feliz!!!
      Sucesso no seu ebook… comece já!!!
      Conte comigo se eu puder ajudar em algo.
      Abraços,
      Susanne Andrade

      Responder
  3. Olá Susanne. Boa noite.
    Do outro lado do Atlântico – Portugal – Maria Helena Mota.
    Não conhecia este site. Li a sua história que terminou muito bem e adorei. Como a Cibele comentou, a Susanne escreve maravilhosamente bem. Os meus sinceros parabéns.
    Já não sou jovem – 1952 – mas desde criança que tenho a paixão da leitura e da escrita. Publiquei dois livros de autor, em formato ebook, que estão à venda num site. Foi a única maneira que encontrei de publicar. Porém, não tenho vendido. São livros de contos, de histórias de ficção e do quotidiano. Também tenho um blog onde escrevo alguns textos e resumos. Porém, publico tal como escrevo. Tenho recebido feedback positivo mas sei que não é o mesmo que ter alguém entendido para avaliar a forma e o conteúdo que escrevo.
    Se não fosse pedir muito e, caso tenha um tempinho, agradecia que desse uma olhadinha no meu Blog.
    http://www.o-cantinhodasletras.blogspot.pt
    Desejo-lhe um bom final de semana.
    Abraços.

    Responder
  4. pois e, tem altos e baixos escrever o primeiro livro, muitos baixos como a desmotivação, de repente pensar que nao vou conseguir acabar de escrever o livro, tambem por pensar em falhanços passados, ou pensar que nao vou conseguir exprimir estas ideias todas que aqui tenho dentro, ou que nao vou ter exito nenhum…isso assim….mas tambem ha muitos altos, como aquela euforia, aquele pensar que eu nasci pra escrever o livro passar estas mensagens para o publico, com o tempo chego lá, irao dar importancia para o meu livro e eu vou conseguir organizar minhas ideias e coloca-las todas direitas no livro….
    ainda nao escrevi nada, e um sonho ja desde os meus 17 anos, sempre escrevi umas coisinhas aqui e ali mas depois deixava de parte, mas comecei o livro faz 1 semana, com uma motivação que nunca tive antes, e vou escrevendo mas desta vez Deus queira que seja certo! bjs suas palavras motivam mais

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *