Gastar menos do que ganha e investir a diferença. Essa é uma receita básica para quem quer construir riqueza a longo prazo. Rentabilidade líquida é o termo usado para saber exatamente quanto seus investimentos estão rendendo.

Não é algo que vá deixar você milionário da noite para o dia, porém fará funcionar a magia dos juros sobre juros. Com constância, você pode garantir um futuro tranquilo para você e ainda deixar para os seus filhos ou dependentes.

Mas como calcular exatamente quanto um investimento está rendendo?

Cálculo de rentabilidade líquida

Aparentemente, é fácil. Os fundos de renda fixa, multimercados ou de ações – por exemplo – divulgam todo mês quanto renderam.

Só que essa não é a rentabilidade real dos investimentos. Para saber quando seu dinheiro realmente rendeu você precisa levar em consideração mais dois fatores: impostos e inflação.

Moedas de rentabilidade líquida

Você pode estar ganhando trocados.

Para calcular a rentabilidade líquida, você precisa descontar da rentabilidade que é informada pelo banco ou corretora o Imposto de Renda devido no resgate e também a taxa de inflação no período medido.

Por exemplo, se o seu fundo de investimento rendeu 10% no acumulado dos últimos 12 meses, a rentabilidade líquida está bem abaixo disso.

Primeiro, há que se descontar o Imposto de Renda, que geralmente fica na casa dos 15% (se você deixar o dinheiro por determinado período). Depois, é preciso descontar a inflação. Segundo o índice medido pelo IBGE (chamado IPCA), nos últimos 12 meses a inflação no Brasil acumula alta de 7,31%!

A conta deve ser feita da seguinte maneira: (%Rentabilidade Bruta – (%Tributo x %Rentabilidade Bruta)) – %Inflação anual.

No nosso exemplo: (10% – (15% x 10%)) – 7,31% = 1,19%.

Veja a diferença. Enquanto a rentabilidade bruta nos diz que o dinheiro rendeu 10%, a líquida mostra que na verdade o ganho foi de apenas 1,19%.

É preciso considerar que estamos vivendo um momento de crise, com inflação em alta. Geralmente, investimentos conservadores possuem uma rentabilidade líquida de 3% a 6% ao ano. Faça as contas e veja se você está muito fora dessa faixa.

Receba as atualizações

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *