Freqüentemente nos dizem que nós temos que sofrer agora – abrindo mão do que queremos – para podermos ter sucesso no futuro, que nós temos que nos sacrificar para economizar. Abrir mão do prazer agora para obter a recompensa no futuro.

Mas você pode ter ambos.

Por anos, eu fiquei confuso sobre isso, já que eu lia livros e sites que me passavam duas mensagens diferentes:

  1. Prazer depois. A primeira mensagem era que para ser bem-sucedido, para construir riqueza, você tem que adiar a gratificação. Você não pode ter a gratificação instantânea e ser bem sucedido.
  2. Prazer agora. A segunda mensagem era geralmente de outras fontes de felicidade, mas algumas vezes das mesmas: curta a vida agora, enquanto você pode, porque ela é curta e você nunca saberá se hoje é o seu último dia. Então viva cada dia como se fosse o último.

O problema é: eu concordo com as duas mensagens. E se você lê este site freqüentemente, verá que eu passo as duas mensagens: viva com simplicidade. Mas também curta a vida!

Isso é porque eu conciliei as duas filosofias em uma só: Curta a vida agora e aproveite ao máximo – sem destruir o seu futuro. A chave para fazer isso? Encontre maneiras de aproveitar a vida completamente, maximamente… que não custe muito para o seu futuro.

Aproveitar e economizar não são excludentes

Aproveitar o agora e economizar para o futuro

Você vai aproveitar desse jeito quando tiver 80 anos?

Aqui vão algumas dicas para viver essa filosofia:

  • Encontre prazeres gratuitos ou baratos. Frugalidade não significa ser entediante ou restritivo… se você usar sua imaginação. Seja criativo e encontre maneiras de se divertir – muito – sem gastar muito dinheiro. Faça um pique-nique no parque, vá para a praia, jogue jogos, empine uma pipa, faça arte, cozinhe biscoitos… eu poderia listar centenas de coisas e você poderia acrescentar outra centena. Faça uma lista de simples prazeres e aproveite-os ao máximo. Essa é a chave da idéia de aproveitar a vida agora sem gastar o dinheiro do amanhã.
  • Faça da simplicidade uma diversão. Sou um grande fã da simplicidade, desde limpar ambientes até criar um estilo de vida simples em todos os aspectos. E, para mim, isso é uma grande diversão. Eu jogo fora coisas velhas (e ainda faço dinheiro vendendo-as) e tenho prazer fazendo isso. É uma boa matemática.
  • Redescubra o que é importante. Algumas vezes nós gastamos toneladas de dinheiro indo ao shopping, saindo, assistindo a filmes, comendo fora… sem aproveitar de verdade a vida. E quando nós paramos para pensar sobre isso, nós nunca temos tempo para as coisas que nós realmente queremos fazer. Bem, isso é provavelmente porque sua vida está cheia de coisas que não são de fato importantes para você. Em vez disso, dê um passo atrás e pense realmente sobre o que é importante para você. Livre-se das outras coisas (caras) e foque no que é importante. Veja algumas coisas da minha lista: minha esposa e filhos, outros amigos e família, ler, escrever, me exercitar, fazer voluntariado, passar algum tempo quieto em contemplação. Adivinha quantas dessas coisas custam um monte de dinheiro?
  • Faça das pessoas uma prioridade. Isso é relacionado ao ponto acima, mas acredito que mereça uma ênfase maior. Se você dá prioridade a objetos – como gadgets, belos móveis, belas roupas, sapatos, jóias etc. – então você vai gastar um monte de dinheiro. MAs se você fizer das pessoas uma prioridade – as pessoas que você mais ama, seus amigos próximos e a família – você não precisar gastar um centavo para aproveitar a vida. Arrume um tempo para visitar seus amigos, ou seus parentes… e tenha uma conversa com eles que não envolva comer fora ou ir ao cinema. Apenas sente e converse. Conte piadas e ria até doer. Fale sobre livros que você leu, filmes que você viu, coisas novas acontecendo na sua vida, suas esperanças, seus sonhos. E arrume tempo para seus filhos ou outras pessoas significativas – realmente passe tempo com eles, fazendo coisas que não custam dinheiro.
  • Arrume tempo para você mesmo. Arrume um tempo todo dia, e toda semana, para passar alguns momentos sozinho. Isso realmente dá mais significado e prazer para a sua vida, em vez de correr pela vida sem tempo para pensar, para respirar.
  • Algumas vezes, extravase. Você não deve restringir-se de prazeres caros a vida toda – isso não é bom para desenvolver o sentimento de privação. Para prevenir isso, de vez em quando, compre algo para você… ou, melhor ainda, dê um bom trato em si mesmo. Eu adoro coisas como chocolate ou bagas. Crepe com sorvete é um dos meus favoritos. Apenas não exagere… e aprende a aproveitar a extravagância ao máximo. Se você realmente aproveitá-la, não precisará ficar fazendo-a a todo instante.
  • Registre o seu sucesso. Não importa como você registra seu sucesso… você pode usar estrelas douradas para criar um novo hábito que vá simplificar sua vida, ou uma planilha para registrar suas dívidas caindo e seus investimentos aumentando. Registrar e acompanhar é uma grande maneira não apenas de se motivar, mas para tornar divertido o processo de mudança.
  • Dê recomensas a si mesmo. Para fazer isso ainda mais divertido, celebre cada pequeno sucesso! Determine recompensas para si mesmo (de preferência não tão caras!) ao longo do seu caminho para o sucesso – celebre um dia, dois dias, três dias, uma semana, duas semanas… você entendeu a idéia.
  • Faça voluntariado. Uma das coisas mais gratificantes para a minha família foi fazer voluntariado. É algo que nós só começamos ano passado, mas desde então, nós temos feito muitas vezes e em muitos dias. E, apesar de não custar um centavo, é tremendamente gratificante de maneiras que o dinheiro nunca poderia comprar.
  • Viva o momento. Aprenda a pensar não apenas sobre o passado ou o futuro, mas também sobre o que você está passando exatamente agora. Seja presente. Pode parecer banal, mas é a chave para aproveitar a vida ao máximo – sem ter que gastar dinheiro. Pense sobre isso – você pode gastar dinheiro comendo fora, mas se você não está realmente pensando sobre o que está comendo, você pode não aproveitar isso ao máximo. Mas se você cozinha um refeição simples porém deliciosa, e realmente degusta cada mordida, isso pode ser extremamente proveitoso sem custar muito.
  • Desacelere. Da mesma maneira, você não pode realmente curtir a vida ao máximo se ela está correndo como se estivesse em fast forward. Já reparou como uma semana, um mês ou um ano passam rápido? Talvez você esteja fazendo tudo rápido demais. Tente desacelerar, e as coisas vão parecer menos estressante e mais proveitosas. Dirija devagar, coma devagar, viva devagar.
  • Aprenda a encontrar coisas boas e baratas. Pode me chamar de louco, mas eu adoro fazer compras em lojas baratas. Você pode encontrar tantas coisas legais lá e tudo custa tão pouco. Brechós, sebos e lojas de garagem vão na mesma linha.

Traduzido de Zen Habits.

Receba as atualizações

3 Comentários

  1. Como economizar e curtir a vida ao mesmo tempo | mude.nu: http://t.co/HucL90q via @AddThis

    Responder
  2. Nossa cara muito bom seu texto , parabens!

    Responder
  3. Existe um livro muito interessante sobre esse “dilema” chamado o “Valor do Amanhã”, do Gianetti (inclusive virou um série para o Fantástico). Nele o dilema é tratado de diversos pontos-de-vista: biológico, filosófico, econômico… Faz um link entre biologia e juros que é de explodir a cabeça. Ler esse livro me ajudou muito a entender esse dilema e equilibrar minha ‘gestão de vida’ que é fundamental em uma geração onde viver 100 anos vai deixar de ser um absurdo e talvez vire até regra.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *