Praticantes de corrida são alguns dos esportistas que mais sofrem com lesões. Isso levou várias empresas e universidades a pesquisarem o assunto. O resultado foi surpreendente: o problema pode estar nos tênis, que incentivam as pessoas a pisar errado.

Pense por um momento na nossa forma natural de correr: descalços. Quando estamos descalços, nós não corremos batendo primeiro o calcanhar no chão e depois indo para a ponta dos pés.

Isso é óbvio. O calcanhar não possui nenhum sistema de amortecimento: não tem gordura, não tem articulações. É o osso duro no chão. Por isso ninguém corre descalço batendo o calcanhar no solo, a não ser que queira rachar o próprio osso.

Mas o que os famosos e tecnológicos tênis de corrida fazem?

Incentivam-nos a bater o calcanhar no solo, ao protegê-lo com diversos sistemas de amortecimento.

O resultado é que passamos a correr de uma forma não natural, prejudicando toda a forma como o corpo humano foi moldado há milênios para correr.

O fim da história são as lesões que surgem por esse tipo de pisada errada, que enfraquece o pé, prejudica o joelho e as costas (sobretudo a região lombar).

As soluções

A solução mais simples seria passar a correr descalço. Porém, para correr descalço é preciso uma superfície boa, como uma areia da praia molhada ou um bom e regular gramado. Esse luxo nem todos têm.

Correr descalço no asfalto quente ou em solos que podem ter buracos, vidros, tampas de garrafa não é uma boa ideia.

A segunda opção é, mesmo usando tênis de corrida, não correr no esquema calcanhar-ponta do pé. Evite bater o calcanhar no chão e corra como se descalço estivesse: a primeira parte do pé que toca o solo é a planta, mais na parte da ponta do pé do que do calcanhar.

Sapatos como esse permitem que você corra de forma natural, mas protegem o pé de problemas do solo

A terceira opção é usar uma espécie de luva para os pés, como na figura acima, que é um modelo da Vibram Five Fingers. Esse tipo de calçado protege o pé contra um solo quente ou com obstáculos, mas permite que os dedos e demais articulações funcionem. E principalmente não reveste o calcanhar com amortecedores artificiais que alteram a nossa forma natural de correr.

Receba as atualizações

5 Comentários

  1. Corrida: aprenda a pisada correta | mude.nu: http://t.co/RVque16 via @AddThis

    Responder
  2. Complicado demais! Nos condicionamos a correr conforme disse no texto. Mudar essa prática vai ser difícil!

    Responder
  3. Interessante matéria… mtos educadores físicos instruem a correr do modo errado calcanhar-planta-ponta… mas faz todo o sentido não usar esse método…

    Responder
  4. Eu pessoalmente acho que os fivefingers são excelentes sapatos de corrida. Tenho uns e não os dispenso. Ajudam imenso para teremos a percepção correcta de como colocamos o pé.

    Responder
  5. Onde encontro ajuda profissional para inciar esse tipo de corrida?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *