“Somos o que fazemos repetidamente. Por isso o mérito não está na ação e sim no hábito”. Essa frase do filósofo grego Aristóteles resume bem o poder do hábito. Somos criaturas de hábitos, só que infelizmente a maioria deles é formada quando não estamos conscientes disso.

Nossos hábitos vêm sobretudo do que aprendemos quando éramos crianças ou adolescentes, ou quando estávamos começando na vida. Eles são influenciados por gente que, se pudéssemos escolher deliberadamente, talvez não tomássemos como exemplo de pessoas bem-sucedidas.

A boa notícia é que podemos, sim, formar novos hábitos. E isso nem demora muito. Segundo diversos estudos, leva entre 21 e 30 dias a formação de um novo hábito. O que muita gente erra ao tentar mudar de vida através de novos hábitos, no entanto, é na quantidade.

As pessoas geralmente tem aquele impulso de “preciso revolucionar a minha vida” e tentam mudar tudo de uma única vez. Dificilmente isso funciona. A maneira ideal é escolher um e apenas um hábito e focar nele durante 30 dias.

Mas por onde começar? Que hábitos modificar primeiro e como fazê-los?

Trilhos de trem

O mude.nu separou os 5 hábitos que considera essenciais para quem quer aproveitar a vida ao máximo, sentindo-se feliz, com dinheiro e saúde para enfrentar o que vier pela frente.

1. Pensar positivamente e manter do estado de felicidade

Esse é o hábito número um que qualquer pessoa que deseje mudar de vida precisa formar. Durante 30 dias, procure manter em sua mente apenas os pensamentos positivos. Sempre que um pensamento negativo ou aquela sensação de desânimo aparecerem, substitua-os por algo positivo.

Como já falamos aqui outras vezes, você não será feliz quando atingir os seus objetivos. Primeiro você precisa ser feliz para depois atingir seus objetivos. Eis algumas dicas para formar esse hábito:

  • Assuma que você é o responsável por tudo de bom e de ruim que acontece em sua vida
  • Não reclame de absolutamente nada. Já que você é o responsável, vá lá e conserte
  • Sorria, mesmo sem motivo algum, principalmente quando for um momento em que você não sorriria
  • Olhe para cima quando tiver vontade de chorar ou quando estiver para baixo
  • Leia os posts da seção Felicidade

2. Alimentar-se corretamente

A má alimentação é um dos fatores primordiais para a epidemia e obesidade, depressão e falta de saúde que a humanidade enfrenta. Nunca comemos tão mal e porcamente. Como nosso corpo é formado basicamente daquilo que comemos, não é de se estranhar que não estejamos nada bem.

Os grandes vilões da dieta moderna são os carboidratos refinados e as gorduras trans. Se você simplesmente substituir os carboidratos refinados (bolo, bolacha, doce, açúcar, arroz branco, pão branco, massas não integrais, sorvetes etc.) por grãos integrais e as gorduras trans pelas boas gorduras (vindas do salmão, da sardinha, das castanhas, das amêndoas, do azeite) você vai notar um acréscimo incrível nos seus níveis de energia e bem-estar.

Consulte um nutricionista pedindo uma dieta com essa abordagem e pratique-a, sem exceção, durante 30 dias. Isso vai resultar numa reeducação alimentar que pode ser um dos hábitos mais importantes de toda a sua vida.

Lembre-se de que se alimentar não se restringe ao paladar. A finalidade é sobretudo a nutrição.

3. Praticar exercícios físicos

Infelizmente não podemos lutar com muito sucesso contra a natureza. O nosso corpo foi projetado para se manter em movimento, se não começa a parar de funcionar direito. Por isso, a prática de exercícios físicos regulares não é uma opção, mas sim uma obrigação.

Devemos exercitar o coração, através de exercícios aeróbicos (corrida, caminhada, ciclismo, natação etc.), e os músculos (musculação, pilates, yoga etc.). Com isso manteremos o sistema respiratório e circulatório em dia e evitaremos que os músculos atrofiem-se.

A não ser que você tenha um problema físico realmente muito grave (seja tetraplégico, por exemplo), não há nenhuma razão para não pegar um par de tênis e começar hoje mesmo, dando uma leve caminhada de 10 minutos que sejam. Procure orientação médica e de profissionais, mas se comprometa e passar pelo menos 30 dias praticando exercícios físicos.

4. Estar presente e focado

A grande razão para o sofrimento geralmente reside no fato de não estarmos presentes. Se não, vejamos. Quantas vezes você não está em uma conversa sem prestar atenção no que está sendo dito, pensando no que vai jantar? Ou o que dizer da ideia de achar que será feliz assim que passar no vestibular apenas para depois adiar essa felicidade para quando se formar, quando se empregar, quando se aposentar?

Abra mão da ansiedade, de estar sempre pensando no que vai fazer a seguir e deixando de viver o momento presente. Foque-se no que está fazendo e aprenda que não existem momentos ordinários, sempre há algo especial acontecendo, simplesmente pelo fato de você estar vivo.

É normal você ter metas e desejar coisas, mas não pode se apegar a isso para viver sua vida. Agradeça e aproveite ao máximo o que já tem, sabendo que as demais coisas aparecerão na hora certa se você fizer por onde.

Esse é um hábito difícil de formar, pois requer um controle mental maior talvez até do que o primeiro. Mas tente formá-lo durante 30 dias e você verá como o sofrimento diminui muito quando decidimos praticar o poder do agora.

5. Espalhar a bondade

Nós vivemos repetindo o chavão que o mundo está cheio de gente ruim, que homem não presta, que os seres humanos são maus. Mas pense consigo mesmo. Fora os vilões da novela ou do cinema, você conhece pessoalmente alguém realmente ruim? E, se conhece, qual é a proporção entre as pessoas boas que conhece e as realmente ruins?

Essa simples reflexão nos mostra que estamos cercados de gente bondosa, que a maioria das pessoas pratica o bem e tem boa ética. Se é assim, por que continuar mantendo o hábito defensivo de encarar cada pessoa como se ela lhe quisesse roubar algo, mantendo uma atitude de confronto?

Não seria muito melhor espalhar o amor, servir aos outros, ajudar, ouvir o que eles têm a dizer? O lado bom disso, pensando de maneira um pouco egoísta, é que quanto mais amor e bondade você espalhar, mais amor e bondade receberá. Assim, terá tudo o que precisa para uma vida mais feliz.

Receba as atualizações

2 Comentários

  1. Aprenda a formar hábitos que mudarão sua vida | mude.nu http://t.co/MrhfDnu via @AddThis

    Responder
  2. Aprenda a formar hábitos que mudarão sua vida | mude.nu: http://t.co/wSdauHl via @AddThis

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *