Alguns meses atrás, eu estava jogando muito Xbox. Estava indo bem em um jogo e o ambiente físico fazia com que cada tempo livre que eu tinha em casa fosse usado para iniciar mais uma partida.

Comecei a deixar de fazer coisas importantes, passei a dormir tarde, furei vários dias na academia. Sabia que precisava diminuir a quantidade de horas jogadas, mas simplesmente não conseguia.

Até que, um dia, ao voltar de uma viagem, liguei a tomada sem o transformador e, com a voltagem errada, o videogame queimou.

Ambiente físico modificado, problema resolvido: passei mais de seis meses sem jogar, e para ser honesto nem senti muita falta.

Contei essa pequena história só para mostrar como o ambiente físico que nos rodeia afeta nosso comportamento e como podemos manipular isso a nosso favor, para cumprir os desafios a que nos propomos.

Controle seu ambiente físico

ambiente físico da cerca

Você já deve ter notado que, em restaurantes self-service, os pratos são bem maiores do que a média. Geralmente um terço maiores. Provavelmente do tamanho da bandeja que nossos avós usavam para almoçar.

Uma pesquisa da Universidade de Cornell demonstrou que as pessoas comem, em média, 92% do que estiver no prato. Independentemente do tamanho do prato.

Logo, esses pratos maiores que encontramos em restaurantes self-service podem equivaler a 33% mais comida consumida, sem necessidade.

Isso vale para quase tudo.

Se você tem uma sala de estar que é praticamente toda arquitetada para ter a televisão como objeto supremo, é bastante provável que você veja mais TV do que deveria. Se tem muitos doces na despensa, é provável que os coma. Se tem um smartphone repleto de aplicativos de redes sociais instalados, é provável que fique o checando a todo instante.

Muitas vezes nós tomamos decisões sobre os desafios que gostaríamos de cumprir, sobre a vida que gostaríamos de levar, mas raramente pensamos conscientemente sobre como moldar o nosso ambiente físico para favorecer – ou no mínimo não atrapalhar – aquela meta.

No livro Change Anything, um grupo de acadêmicos formado por Kerry Patterson, Ron McMillan, Joseph Grenny, Al Switzler e David Maxfield apresenta um conjunto de cinco táticas para que qualquer pessoa consiga cumprir seus objetivos com muito mais facilidade simplesmente controlando o ambiente físico (e virtual) que as cerca.

  1. Construa cercas: a primeira tática é que você crie regras inflexíveis e ações decisivas que mantenham você longe dos maus hábitos que queira modificar. Quanto mais barreiras você tiver, melhor. Por exemplo, se você está querendo beber menos álcool, não deve ter nenhuma garrafa dentro de casa, nem mesmo para visitas. Não deve também entrar em um bar, mesmo que só para beber água. Essas regras têm que ser criadas por você. Se forem impostas por outros, a possibilidade de você inventar maneiras criativas de burlá-las são enormes.
  2. Controle a distância: mantenha as coisas boas próximas e convenientes, e as coisas ruins, distantes e difíceis. Essa tática é o contrário de encarar a tentação de perto e se tornar mais forte que ela (o que funciona para algumas pessoas). O simples fato de afastar o pote de biscoitos da sua mesa para o armário a dois metros de distância já faz uma pessoa reduzir bastante o consumo de comida, por exemplo. Então, se você puder se distanciar dela, faça isso.
  3. Dicas de mudança: o ambiente que o rodeia pode ter grande impacto sobre o que prende sua atenção. Publicitários e decoradores de lojas sabem bem disso e montam ambientes propícios ao consumo. Você pode usar isso ao seu favor e deliberadamente montar um ambiente que dê a você pequenos alertas das coisas que você quer e não quer fazer. Os melhores alertas são aqueles que tiram você do piloto automático e o relembram dos compromissos que você assumiu consigo mesmo. Se você lê em inglês, veja este post no Medium sobre como colocar um alerta na senha do computador resultou numa grande mudança de hábitos.
  4. Ligue o piloto automático: transforme a preguiça em um aliado no seu processo de mudança. A tática aqui é estabelecer automatismos positivos na sua vida, para facilitar ao máximo que você cumpra as ações com as quais se comprometeu. Por exemplo, você pode colocar contas em débito automático, agendar um personal trainer para bater na sua porta às 7h da manhã, programar o computador para bloquear as redes sociais no seu horário de trabalho etc.
  5. Use ferramentas: recentemente falamos sobre como um wearable pode ajudar quem quer vencer o desafio de entrar em forma. Há uma tendência a condenarmos objetos físicos, sobretudo os mais modernos, mas o fato é que eles podem nos ajudar bastante a vencer diversos desafios, se usados com inteligência. Mesmo as redes sociais, tão condenadas como sugadoras de tempo, podem ser extremamente úteis se você as utilizar como uma maneira de prestar contas aos seus amigos e seguidores sobre as evoluções quem vem fazendo em determinado desafio.

Um exemplo prático de controle do espaço

ambiente físico para entrar em forma

Como exemplo prático, vamos pegar o desafio de Entrar em Forma, que desde o primeiro dia é o mais procurado do Mude.nu.

Como você poderia usar as seis táticas de controle de espaço para favorecer o seu desempenho?

Primeiramente, você deve construir cercas para obstruir o que tem atrapalhado o seu sucesso. No exemplo, para atrapalhar tudo o que possa prejudicar o seu desempenho no desafio: comer mal, não fazer exercícios, dormir pouco.

Assim, você deve dar uma limpa na despensa e na geladeira para tirar da sua casa todos os alimentos ruins (principalmente aqueles repletos de açúcar e trigo). Depois, deve diminuir os obstáculos entre você e o seu treino.

Se o seu exercício é correr, por exemplo, já durma com suas roupas de corrida e deixe os tênis e as meias já prontos ao lado da sua cama. De manhã, na primeira hora, já vá direto para o seu treino, sem obstáculos.

Para dormir mais, crie regras inflexíveis sobre o seu ambiente de sono: retire a televisão do quarto, desligue o notebook, proíba o smartphone na cama, apague todas as luzes.

Passe para a segunda tática e controle a distância.

Afaste da sua mesa de trabalho (se não for possível eliminar) potes de biscoitos e outras guloseimas que costumam se proliferar nos escritórios. Afaste tentações que atrapalham o seu treino pela manhã, deixando o smartphone longe até que volte da sua corrida matinal, por exemplo.

Em seguida, monte um ambiente para lhe dar dicas de mudança sobre o seu objetivo: coloque fotos do seu novo corpo como papel de parede do computador ou do smartphone, siga nas redes sociais pessoas que já tenham alcançado o objetivo que você almeja, reorganize seu guarda-roupas privilegiando roupas e acessórios esportivos, deixando-os bem à mostra.

O quinto passo é ligar o piloto automático. Programe com antecedência todas as refeições da semana. Programe um despertador para alertá-lo da hora de acordar, da hora de ir dormir, da hora do treino, da hora das refeições e do que mais for necessário. Use a tecnologia a seu favor.

Por fim, consiga as ferramentas corretas. Adquira um wearable ou um aplicativo no seu smartphone para fazer o acompanhamento dos seus treinos e refeições. Compre um par de tênis adequado. Contrate um personal trainer, se necessário.

Este exemplo é para o desafio de Entrar em Forma, mas você pode utilizar a técnica de controlar o seu ambiente físico para vencer qualquer um dos desafios do Mude.nu, ou qualquer outro desafio que você encare na sua vida.

Se você obtiver sucesso com alguma dessas táticas, por favor deixe um comentário dizendo o que você fez na prática e quais os resultados obtidos.

Receba as atualizações

Publicado por Walmar Andrade

Criador do Mude.nu, Walmar Andrade é bacharel em Comunicação Social, com extensão em jornalismo on-line (UFPE), MBA em Planejamento, Gestão e Marketing Digital (FECAP-SP) e Master en Comunicación Empresarial (INSA-Barcelona). Escreve sobre comunicação e marketing digital no blog Fator W.

2 Comentários

  1. Estou gostando muito dos teus vídeos. Espero aprender muito com eles.

    Responder
  2. Muito bom esses vídeos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *