Você provavelmente já conhece os benefícios da Meditação e sabe o que ela pode te proporcionar. No entanto, por algum motivo que você desconhece, você não a pratica.

Talvez seja o tempo corrido, os vários compromissos ou até mesmo o fato de não conseguir ficar parado por muito tempo. As desculpas são várias. Mas talvez o que você não saiba ainda é que a maioria dessas desculpas são mitos e mentiras. E é disso que trataremos nesse artigo: os mitos e mentiras que te impedem de começar hoje a meditar!

Veja abaixo 7 deles e como eliminá-los:

1 – Meditação é para hippies, budistas e outros seres “exóticos”

Existem pessoas que você nem imagina que meditam. Celebridades, atletas, atores, etc. Não que isso deve necessariamente ser uma motivação para você começar (mas se for, ótimo!), mas é um indício claro de que pessoas em todo mundo cultivam essa arte.

Pense dessa forma: meditação é para pessoas que querem ser mais saudáveis e mais felizes em suas vidas! Você quer isso? Se os benefícios que a meditação traz são bons para você, porque não praticá-la?

2 – Preciso fazer por anos para sentir os benefícios

Estudos conduzidos por Richard_Davidson e Jon_Kabat-Zinn mostraram mudanças substanciais no corpo como consequência da prática regular da meditação. No estudo, após um período de 8 semanas de meditação, um tempo relativamente curto, identificou-se um aumento significativo de atividades no lado esquerdo do cérebro, que está associado ao estado de pensamento positivo.

3 – Preciso fazer todos os dias, por 30 minutos, para ter um benefício real

Meditação necessita de prática. Quanto mais você fizer melhor. Mas a meditação não precisa ser um prática rígida e inflexível, nem ter um tempo específico. A prática de 10 minutos por dia já lhe trará benefícios. Além disso, se você não puder fazer alguns dias da semana, não há problema, medite apenas nos dias que puder. Mas lembre-se sempre de que quanto mais meditar melhor será o benefício.

4 – Não consigo ficar parado, sou inquieto

Você e toda a população mundial. Ninguém consegue. Isso é próprio do ser humano. Nos tempos atuais são cada vez mais raros os momentos de reflexão onde ficamos parados por um tempo maior que 5 minutos. Isso é normal e acontece com todo mundo.

Todos que começam a meditar se mexem muito, sentem um pouco de desconforto em alguma parte do corpo, dores, etc. Com o tempo essa situação melhora, você se sente mais confortável, sem dores e tem um maior controle do seu corpo e mente.

5 – Meditação é uma prática religiosa

Poder ser e pode não ser. Apesar de ser amplamente utilizada no Budismo, você pode optar por praticar sem precisar entender ou estar inserido no contexto de uma religião específica. Pratique pelos benefícios que ela pode te proporcionar.

Existem diversos centros de meditação que não são filiados a nenhuma religião específica. Esses centros ensinam e divulgam a meditação pelos benefícios que ela proporciona. Quer um exemplo: a Brahma Kumaris é uma organização mundial não governamental que tem como objetivo ajudar as pessoas a redescobrirem e fortalecerem seus valores inatos, através da meditação.

6 – Se minha mente não está desligada, não estou meditando

Desligar a mente totalmente é um estado que que exige muita prática. Somente mestres e experientes em meditação conseguem permanecer assim por um grande período de tempo.  Dito isso, podemos não nos preocupar excessivamente com o esvaziar da mente. Meditação é o processo como um todo. Envolve posição, respiração, foco, sentidos e tudo mais. Esvaziar a mente é apenas uma parte do processo.

A dica para esse mito é: se você se distrair durante a meditação, não crie uma tempestade, concentre-se novamente na sua respiração e retorno ao foco.

7 – Preciso sentar como um contorcionista

Não é necessário sentar no chão e fazer a posição de lótus. Você pode fazer sentado se quiser. A posição é utilizada para facilitar e posicionar seu corpo em uma postura ereta, de modo que seja possível passar mais tempo sem se mexer.

Veja alguns vídeos de como se sentar corretamente e o posicionamento correto para começar a meditar e tente o melhor que você puder. O seu melhor já é o suficiente. O Papo de Homem publicou um guia para começar a meditar que é um excelente ponto de partida.

Ao longo do tempo você irá aprimorar a sua postura para a prática. Não tente ter o melhor posicionamento no primeiro dia de prática e não desista por causa disso. Siga adiante!

Boa prática!

Receba as atualizações

Publicado por

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *